quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Final de férias, novos recomeços...



Final de férias, novos recomeços...

Para muitas pessoas é nesse período o final das férias. Hora de voltar a uma rotina mais regular. Que tal fazer desse momento um período de bons recomeços e estabelecer rotinas que sejam agradáveis e saudáveis para o seu dia-a-dia?

As férias normalmente são pautadas por grandes momentos de relaxamento, viagens e em geral sair totalmente da rotina. Quando se está prestar a voltar ao trabalho ou a escola para algumas pessoas pode ser angustiante ou muito esperado.
Sua rotina pode ser elaborada de tal forma que possa abarcar atividades semelhantes e relaxantes ao período de férias. Que tal:

1) Listar hobbies e atividades que gosta.

2) De um lado coloque o que já faz e do outro o que pretende fazer e por alguma razão não consegue.

3)  Do lado do que ainda não faz coloque prazos ou alternativas para poder realizar.
Lembre-se que existem fases na vida que a programação é temporária. Por exemplo, quando se tem filhos pequenos pode ser que algumas atividades acabem sendo restringidas, mas isso é temporário. Seu filho será criança por pouco tempo. Então, é possível redimensionar as ações.

Você é o principal responsável por sua rotina e de como se sente em relação a ela. Ter noção do que está em seu poder mudar ou não já ajuda a transformar o dia-a-dia. Todo o momento pode ser a hora da mudança. Encarar problemas como desafios.

É importante ter na rotina atividades voltadas não só ao lazer, mas também para a sua saúde. Pode transformar uma necessidade em algo agradável e saudável. Como fazer uma caminhada matinal. Um momento de atividade física, meditativo e saudável. Pense nisso!


Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Criar boas memórias com seus filhos



Criar boas memórias com seus filhos

Tudo que acontece ao longo da vida tem um grande potencial de ficar gravado na mente. O que realmente rememoramos é difícil saber. Então, é interessante curtir cada momento. E quem sabe criar boas memórias. Geralmente gravamos o que envolve momentos de emoção. Sejam boas ou ruins. Envolveu fortes emoções tem chance de ficar na memória. Quer fazer das tuas férias em família um gravador de boas memórias? Não precisa gastar fortunas. Viva cada momento com intensidade. No aqui e agora.

Muitas vezes o que para você é uma atividade simples para o seu filho pode ser a grande lembrança. Uma brincadeira que você participe com ele como: Brincar de casinha, jogar bola, ensinar um jogo que você brincava quando criança. Assim como outras atividades:

- Levar seu filho(a) em locais que para você foram importantes em fases especiais da sua vida. Compartilhe com ele(a) suas lembranças.

- Deitar no chão observando o céu ou numa viagem brincar de adivinhar imagens nas nuvens.

- Participar de uma atividade diferente que você nunca participou como: andar de skate, fazer castelos na areia, enfim algo para você inusitado. A emoção compartilhada será muito especial.

- Nem sempre a “grana” dá para fazer muitas atividades ou fazer grandes viagens. Então, dentro das suas possibilidades adapte a ideia. Por exemplo: Fazer um acampamento na sala e até criar brincadeiras em casa recriando ambientes que gostaria de ir, como passeio a um museu – monte estátuas e paisagens com seu filho – um é o guia e o outro o turista. De acordo com a idade é possível criar e recriar brincadeiras marcantes para ambos.

- No período de férias muitas cidades nos seus parques, shoppings e entidades desenvolvem atividades para as crianças. Procure perto da sua localidade e leve seus filhos. São eventos que depois de adulto eles vão recordar.


Não precisa ser várias atividades. Converse com seu filho. Muitas vezes você pode achar importante ir num lugar e para eles é mais interessante outro mais em conta. O passeio em família pode ser divertido para todos e gerar muitas boas memórias que serão recordadas com carinho. Lembre-se que para seu filho(a) estar com você pode ser mais importante e marcante do que fazer grandes e dispendiosas viagens.

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Espaços pequenos, espaços bem aproveitados



Espaços pequenos, espaços bem aproveitados

O espaço está pequeno e você gostaria de tornar seu lar num lugar aconchegante e com uma energia alto astral? Que tal você mesmo providenciar a decoração e fazer com dedicação e carinho algo que torne seu lar peculiar.

Hoje em dia as moradias estão cada dia menores. Os locais tem que ter espaço para guardar os objetos de uso regular. Móveis para que as pessoas possam utilizar de forma que fique confortável, mas que não atravanque os ambientes. Mais do que nunca é preciso praticar o desapego. Já que não se tem muito espaço para guardar tudo que se gostaria. Nesse momento, é importante ter em mente o que gostaria de guardar e o que se pode passar adiante. Depois é organizar de forma a ficar prático e gostoso de revisitar momentos memoráveis:

- Álbum para guardar fotos e recordações especiais. Tudo num local de fácil acesso. Para melhor aproveitar os momentos nostálgicos.

- De tantas lembranças de viagens e festas guarde somente o que realmente te tragam boas recordações. Pode fazer uma montagem, guardar num baú ou deixar em uma prateleira da sala ou do quarto. De acordo com o espaço disponível.

- Pode fazer um quadro com montagem de fotos ou imagens de eventos que te trazem boas lembranças.

Não precisa ter muitas coisas. Somente objetos suficientes para seu conforto diário e louça suficiente para receber algumas visitas. Ter mais depende do seu espaço disponível. Organizar de acordo com seu gosto pessoal. Se gosta de ter poucos objetos ou se gosta de ter muitas coisas. Tem que lembrar da praticidade de limpar e organizar no dia a dia. Verificar se o estresse de arrumação diária compensa ter tantos objetos. Fora isso torne seu lar aconchegante. Uma manta ou almofada podem fazer a diferença se forem especiais para você. Não só objetos fazem a diferença. Poder ouvir uma música agradável. Ter uma vista bonita e relaxante.


Aquilo que te deixa feliz pode ficar bem a vista. Seja na sala ou no seu quarto. O aproveitamento dos espaços passa por ter o que é útil e também ao que é agradável aos olhos. Escolha com critério o que fica e o que sai da sua casa e da sua vida. 

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Decoração com coração



Decoração com coração

O lar é um local onde se descansa, convive com os entes queridos e se vive grande parte das da vida. Para tanto precisa ser um local confortável, aconchegante e saudável. Para a saúde e bem viver sejam plenos.

O local onde se vive pode ser grande ou pequeno. Independente do seu tamanho. Além dos móveis, utensílios domésticos e pessoais. Existe a decoração para dar um aspecto ao lar do que se gostaria demonstrar aos visitantes, demonstrar status ou refletir algo do gosto pessoal.

Importante lembrar: Um local abarrotado de coisas além de estagnar a energia. Dá trabalho para limpar e organizar. Num momento de emergência pode-se precisar de algo e no meio de tanta tralha não se encontrar. Fora as possíveis alergias. Já que um local atulhado fica difícil de limpar e o acumulo de pó pode ser prejudicial a saúde dos moradores.

Muitas vezes ao longo da vida acumulamos objetos. Seja por mania, falta de organização ou dificuldade de desfazer das coisas. Pense na terapia gratuita que é eliminar o excesso de coisas dentro de casa. Traz um alívio para a mente e a alma. Podendo influenciar as emoções de forma positiva. Sei que não é fácil de se desapegar de algo que pagou caro ou ganhou de um ente querido. Por outro lado, pense nos benefícios que isso pode trazer para a sua vida.

Melhor ainda pense a casa como uma extensão do seu corpo. Assim como gosta de usar roupas confortáveis e usar enfeites que você gosta. Faça o mesmo com o seu lar. Decore sua casa com o coração. Ao invés de mil enfeites pela sala. Deixe apenas um ou dois que representam um momento especial ou viagem inesquecível. Nem sempre somos especialistas em decoração. Nesse caso o mínimo pode ser o máximo.


Evitar os extremos também é saudável. Um local clean demais pode ser tornar estéril e gerar depressão e falta de conexão entre os membros da família. Já um local extremamente abarrotado pode dificultar a convivência. Tornando ambiente desagradável e insalubre. Privilegie aquilo que realmente ama para ter na sua decoração. Que seja inspirador. Doe o que pode ser doado, coloque no lixo reciclável o que pode ser reaproveitado. Deixe a vista no seu lar o que realmente faça diferença na sua vida. Eliminando excessos. O essencial se destaca e a vida pode fluir muito melhor. Pense nisso e seja muito feliz!

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Você conhece a sua casa?


Você conhece a sua casa?

O lar é um lugar rico em detalhes. Vai muito além da decoração. A organização da casa e como nos portamos no dia a dia dizem muito sobre ela. Mas é só na hora da necessidade é que vemos o quanto não conhecemos o nosso lar. Não é só encontrar as chaves. Saber detalhes importantes. Faça a conferência abaixo e veja o quanto conhece o seu lar. Onde fica, por exemplo:

- Disjuntor. E todas as chaves estão identificadas?

- Registro da água.

- Lanterna ou vela caso falte luz.

- Pilhas.

- Material de costura.

- Caixa de ferramentas.

- Telefones de emergência.

- Fossa séptica (confira quando foi a última limpeza).

- Acesso a caixa d’água.

- Papel higiênico extra. Afinal todos são detalhes importantes.

Muitas vezes só nos damos conta quando precisamos. Se não sabe onde cada item acima está. Faça uma varredura pela casa e identifique. Mostre aos demais membros da família onde estão para eventuais necessidades ou até uma emergência.


Prevenir é sempre melhor do que remediar. Muitas vezes só quando precisamos é que nos damos conta o quanto não sabemos sobre nosso lar. Faça a simulação com os membros da família. Pode até ser uma brincadeira. Mostre primeiro onde fica tudo e depois peça que cada um mostre três itens ou algo assim. Assim todos aprendem se divertindo.

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Sementes do bem



Sementes do bem

Vamos espalhar sementes do bem da forma que for possível. Logo logo um novo ano se inicia e com ele planos e projetos para dias melhores. Seria ótimo ter em quem nos espelhar e sermos espelhos do bem para outras pessoas. De que forma isso é possível? São várias. Pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença.

Em casa sendo gentil com as pessoas com quem convivemos. Fale de forma calma. Na mesma altura com quem está dialogando. Procure compreender porque ela está agindo de forma que te desagrada. Veja se você também não tem um comportamento que gere uma reação na pessoa. Observe e não julgue. Isso faz toda a diferença.

Em casa quando todos ajudam o espírito de equipe já começa a se formar. No trabalho seja gentil com os colegas. Cumprimente, sorria, seja simpático e com certeza terá essa resposta de volta.

Sugestão direta aos jornais, redes de televisão, rádios e meios de comunicação em geral. Divulgar boas práticas e ações para serem sementes do bem para nos espelhar. Noticias são importantes, mas quanto mais notícias de boas ações temos mais incentivo se tem em ajudar. De repente perto da sua casa tem uma forma de colaborar com a sociedade, se sentir útil e fazer a diferença na sua comunidade e você nem sabia. Nisso os meios de comunicação podem fazer a diferença. Ter quadros permanentes para mostrar entidades ou trabalho de pessoas que em geral atuam no anonimato com seu trabalho de ajudar o próximo.

Para quem está aposentado pode ser uma ótima forma de ajudar. Doar um pouco do seu tempo. Seja um dia por semana para ajudar uma entidade filantrópica. Todos saem ganhando. Para os estudantes fazer um estágio ou trabalho voluntário. Além do aprendizado e currículo. Ganha experiência e riqueza interna ao ajudar o próximo com o seu trabalho. Seja alegrando doentes em hospitais. Fazendo atividades de auxilio ao próximo. Sempre tem locais que precisam de mão de obra e não tem recursos para pagar.

Outro exemplo é usar de forma positiva os meios virtuais que se tem a disposição. Um grupo no whatsapp da comunidade para anunciar atitudes suspeitas na localidade ou avisar sobre um cachorrinho perdido. Essa atitude aproxima os vizinhos. Que na correria do dia a dia acabam não se relacionando. E dessa simples interação podem surgir grandes amizades e intercâmbio de boas atitudes.

Mesmo com aparentes pequenas atitudes. Fazer o bem não tem preço. Com a sociedade unida todos fazem a diferença. Faça a sua parte!


Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

10 anos do quadro Harmonização de Espaços



10 anos do quadro Harmonização de Espaços

10 anos atrás comecei a participar semanalmente no programa Espaço Aberto da Rádio Imembuí 960Hz de Santa Maria/RS com o quadro “Harmonização de Espaços”. Durante esse período ao pesquisar o que falar aprendi muito. Fiz muitas amizades e apresentei uma infinidade de dicas e sugestões para levar harmonia e bem estar para os lares e locais de trabalho dos ouvintes e de quem depois lesse o conteúdo no meu blog. Possui o mesmo nome. Foi criado no ano seguinte para que as dicas dadas ficassem a disposição para consulta.

Estar em harmonia é como andar no caminho do meio. Às vezes estamos super bem e às vezes super mal. A busca do equilíbrio é uma constante. Nesses altos e baixos a vida segue. Ela acontece. Cada detalhe é importante para nos sentirmos felizes e realizados. Cada pessoa tem um jeito de ver o mundo e se sentir em harmonia. Em geral, desejamos que a família esteja em harmonia e se sentir bem em casa e no local de trabalho.

Uma dica recorrente derivava de um ditado britânico que seguido repito: “Uma casa tem que ser limpa o suficiente para ser saudável e suja o suficiente para ser feliz”. É evitar exageros. Procurar manter a casa limpa e arrumada facilita o dia a dia. Ter uma rotina saudável e que propicie o convívio familiar e a organização da casa é o ideal. Desde que não torne o dia a dia um caos ou um extremo rigismo para ficar tudo em ordem. Gerando conflito nos habitantes da casa.

Sim a rotina é um grande aliado. Se não gosta. Procure criar uma que seja agradável e facilite o seu dia a dia. Se tem preguiça ou falta de tempo para organizar a casa. Procure viver num ambiente com menos situações que exijam arrumação. Num ambiente mais clean.

Excessos atravancam a vida. Saber o limite do que guardar ou colocar fora nem sempre é fácil para algumas pessoas. Assim como saber quando guardar coisas em excesso pode ser uma patologia. Não precisa se desesperar. Faça o teste. Vai limpando aos poucos e verá o quanto coisas novas e boas vão acontecer na sua vida.

Ao organizar a casa onde se vive. Organizamos a nossa casa interna. Nossa alma e nosso corpo físico são beneficiados. Harmonizar todos os espaços pode ser um delicioso desafio. E aí aceita?

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Desafio: Organização



Desafio: Organização

Às vezes a vida parece um caos. Não sabemos o que fazer. Nada parece se encaixar ou fazer sentido. Quem sabe colocando ordem na sua casa, sua vida também não entre nos eixos. Tenha claro que organizar ambientes nem sempre é fácil. Manter arrumado é sim o grande desafio. Quando usamos a regra de cada coisa deve ter a sua casa. Fica mais fácil organizar e manter o ambiente arrumado. Essa atitude pode ter um grande reflexo na sua vida. Quer tentar?

Para facilitar o processo tenha algumas regras em mente:

- Agrupar os itens por afinidade: roupas, roupas de cama, louça, material de higiene, material de limpeza, material de costura, brinquedos, jogos, ferramentas, etc.

- Dentro de cada peça da casa guarde os itens que sejam afins aquele cômodo para facilitar o uso. Por exemplo: material de limpeza, manutenção,  e costura podem ficar na área de serviço. Num armário, caso necessário pode colocar escrito na prateleira o que cada uma deve conter. No caso desses materiais devem ficar longe do alcance de crianças e animais.

- Pequenos itens de organização podem facilitar a vida: Porta chaves num local acessível da casa. Acostume-se a chegar a casa e colocar a chave ali. Porta bolsas e casacos. Igualmente perto da porta ou local de acesso para interior/exterior da casa.

- Agrupando itens afins. Terá como verificar o que está em excesso, estragado ou que não é mais útil. Então, pode dar um destino para aquilo que não serve mais para você na sua casa.

- Com itens perecíveis use a regra: primeiro que entra, primeiro que sai. Assim evita desperdícios e que fiquem fora da validade e se estraguem/deteriorem.

- Procure aproveitar melhor os espaços. Deixe a mão o que mais usa e guarde de acordo com freqüência os itens menos usados. Por exemplo: roupas de inverno e cobertas podem ir para a parte de cima do guarda-roupa. Caso o mesmo tenha pouco espaço.

Um fator motivacional para manter a casa organizada é que você encontra tudo com mais facilidade. Além da economia, evitando comprar itens duplicados ou desnecessários. Tem menos trabalho para arrumar a casa e a sua mente se beneficia de um ambiente em ordem e organizado. O reflexo na sua vida é muito positivo. Experimente!



Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Uma árvore especial!


Uma árvore especial!

O natal está chegando. Data especial para muitas pessoas e melancólica para outras. Todos os sentimentos devem ser respeitados. Para aqueles que em breve forem montar suas árvores de natal tenho algumas sugestões:

- Torne o momento da montagem da árvore especial. Convide seus filhos, cônjuge e as pessoas que vivem no seu lar para participar. Nem que seja em algum momento específico.

- Ao colocar os enfeites no momento de decorar a árvore pense em algo de bom que queira para sua vida e seu lar. E a preencha de boas intenções. Assim você impregna com uma energia boa toda a sua árvore.

- Pode montar junto com seus filhos enfeites recheado de carinho. Podem ser: desenhos, objetos, cartões personalizados.

- Rechear de fotos de momentos felizes. Assim eternizados na árvore da boa esperança.

- Faça pequenas montagens com palavras especiais como: paz, amor, carinho, felicidade, alegria, esperança, compaixão, saúde, união, família, etc. E as coloque bem a vista na árvore.

Ao montar uma árvore assim duplamente está trabalhando boas energias. Ao utilizar a intenção no ato de fazer e por pelo menos um mês e alguns dias você terá bem a vista no seu lar esse “lembrete especial”. Agindo de forma consciente e inconsciente influenciando os pensamentos e sentimentos de todos que vivem no local. São sementes de boas energias para o ano que está nascendo.

Bom trabalho!


Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Mahatma Meditação – Paz nas Escolas

Kit que recebi como voluntária

Mahatma Meditação – Paz nas Escolas

Faz um ano mais ou menos que comecei nessa caminhada de meditação para crianças com o “Meditando com a Gurizada” – delicioso desafio. Estão sendo grandes momentos de aprendizado. Agora pretendo dar um passo além com a “Mahatma Meditação – Paz nas Escolas”. Levando o movimento pela paz para todas as escolas que eu puder acessar.

Atualmente é normal a gente falar da agitação das crianças. Mesmo que se voltarmos ao nosso tempo de infância e lembrar o quanto éramos agitados também. Hoje são outros tempos e muito mais estímulos, energias, forma de educação e o meio que as crianças vivem são todos bem diferentes. A meditação aflora como um contraponto para ajudar no equilíbrio. E quanto mais cedo se começa melhor são aproveitados seus benefícios.

O borbulhar de emoções, o não saber lidar com frustrações, a falta de foco para estudos ou atividades todas são situações que podem ser harmonizadas com a meditação. Um olhar para dentro sereno. Ao buscar esse equilíbrio interno a criança vai refletir externamente. São inúmeras técnicas para se chegar a esse destino.

No “Meditando com a Gurizada” aprendi e desenvolvi muitas formas de trabalhar junto com as crianças. Acredito que foi um aprendizado de ambos: professora e alunos. Agora com as simples e acredito poderosas técnicas do “Mahatma Meditação – Paz nas Escolas” todas as escolas podem implantar e semearem a paz para as crianças, professores, funcionários, familiares e o mundo ganha ficando florido de paz.

No meu blog “Meditando com a Gurizada” tem várias postagens com sugestões de meditação e temas afins. - 

No site do "Mahatma Meditação –Paz nas Escolas" tem como você se cadastrar como voluntário e as escolas que queiram participar se informar.

“PAZ NO SEU CORAÇÃO – PAZ NO MUNDO”


 Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Final de ano chegando, hora de revisar as gavetas...



Final de ano chegando, hora de revisar as gavetas...

Ano novo tem sensação de energias novas. É possível fazer isso com atitudes que podem iniciar agora faltando quase dois meses para o ano terminar. O que acha?

Para iniciar o mãos-a-obra precisamos revisar a casa toda. Mas calma, devagar, um canto de cada vez. Como tem mais de um mês pela frente dá tempo:

- Primeiro de uma boa olhada por toda a casa. O que gostaria de mudar? Que lugares quase nunca mexe ou quase nunca para?

- Comece por um cômodo da casa por vez. Abra portas dos armários e gavetas. Olhe em cima e embaixo desses móveis. Tem objetos, roupas ou acessórios que praticamente nunca usa? Tem algum material que poderia ser melhor utilizado em outra parte da casa?

- Vá separando o que vai doar, vender ou consertar. Já retire do local e em seguida já dê destino.

- Reorganize os armários colocando somente o que tem certeza que é útil ou tem valor na sua vida.

- Antes de reorganizar os armários e gavetas. Passe um pano com algum produto de limpeza para ir removendo as sujeiras antigas. Pode ser uma solução de bicarbonato de sódio com vinagre branco diluídos em água. Além de ecológico é barato.

- Ao terminar sempre agradeça as energias renovadas e a organização do ambiente. Um local assim facilita a vida no dia a dia.


Ao fazer essas atividades pela casa vai limpando energias estagnadas e renovando o ar dos ambientes. Essas atitudes se refletem na sua vida. Tudo é reflexo. Abra as portas da sua casa para uma energia renovada que vai fazer bem para você, sua casa e sua vida. Colha os bons frutos e seja feliz!

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Quem fica o que fazer?

Imagem: Estação das Palavras no Monet Plaza Shopping em Santa Maria/RS

Quem fica o que fazer?

Quando alguém se vai, quem fica além da saudade muitas vezes se sente sem chão. Não sabe o que fazer. Principalmente quando a morte do ente querido é repentina. De acordo com a cultura que se foi criado ou que se adere a consideração sobre a morte pode mudar. Em algumas a morte é o fim já para outras um novo começo. Independente desse entendimento a saudade que é sentida pode doer por um longo tempo.

O período de luto pode variar de pessoa para pessoa. A tristeza pode durar um longo tempo. Mas não a vida toda. Florais podem ajudar nesse momento. Comece com o Rescue (emergencial) e depois com a ajuda de um profissional manipular uma fórmula de acordo com os sentimentos que a pessoa está sentindo e as suas reações no dia a dia: tristeza, depressão, apatia, etc.
Envolvimento com alguma atividade até mesmo voluntariado pode dar sentido a vida de quem ficou e ajudar a superar a dor.

Para algumas pessoas o sentimento que fica é de revolta. Não se conformar com a perda do ente querido. Essa sensação pode ser reduzida com vários tipos de ajuda: desabafar com amigos e familiares; consultar um profissional ou ate mesmo a leitura. Ao se identificar com outras historias de vida e como lidaram com essa situação pode ser um alento.

Chorar e se recolher são fases de um período de perda. Muitas vezes a pessoa só precisa de um ombro e/ou ouvido amigo. Quem está perto precisa estar atento aos sinais. A tristeza por um período é normal. Saber a diferença para uma depressão nem sempre é fácil. Nessa hora um profissional pode ajudar.

Com muito amor e carinho pode-se ajudar aos que ficam. E saber que a melhor homenagem que podemos fazer para quem vai é: VIVER PLENAMENTE!

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Natureza na decoração



Natureza na decoração

Estar no meio da natureza é certeza de bem estar. Como nem sempre é possível. Traga a mesma até você utilizando elementos naturais e que remetam as imagens dela. Aviso aos navegantes – não é para sair depredando o meio ambiente. Precisamos ser ecológicos e respeitar a natureza. Então como fazer? Existem várias formas tais como:

- Adquirir produtos que respeitam o local da natureza de onde são retirados.

- Evitar excessos dentro de casa: Consumismo e desperdício.

- Dependendo do seu tempo e espaço dentro de casa. Cultive uma planta ou mais. Cuidar de uma planta pode ser um momento relaxante. A visão da mesma relaxa a visão.

- Quando não é possível ter uma planta tenha objetos ou ilustrações que remetam a sua imagem. Pode ser quadros ou estampas. Uma única imagem que se destaque pode trazer uma boa lembrança e energia. Como o girassol trazendo foco, luz e estimulo.

- Procure posicionar imagens da natureza em locais de longa permanência como a sala de estar ou se tem escritório a sua frente. No quarto do casal podem ser imagens de flores como o hibisco.

- Existem várias plantas que precisam de pouca manutenção que você pode ter em casa como a Espada de São Jorge e a Zameoculca. Além do elemento natural elas protegem o ambiente energeticamente.

- Cultive flores. Principalmente rosas e de vez em quando utilize no banho jogando suas pétalas ao longo do corpo. É revigorante e traz uma energia suave e cheia de luz. (depois jogue as pétalas na terra – retorno como adubo).

- Os cheiros também são um bom elemento a ser utilizado. Adquira óleos essenciais de boa qualidade ou sprays com essências florais e óleos essenciais. Cada cheiro tem um poder. Por exemplo: alecrim (memorização); Lavanda (relaxamento); citronela (repelente e antidepressivo); Cítricos (estimulante). Existe uma gama enorme de opções. Comece com aquele que mais necessita. Umas gotinhas num rechoud podem fazer a diferença.


- Sons da natureza, seja num CD ou abrir a janela de manhã cedo para ouvir os pássaros ou num dia de chuva sentar, fechar os olhos e ouvir o som da água caindo. Se possível ir do lado de fora e tomar aquele banho de chuva refrescante.

São formas únicas e simples de trazer a natureza para o seu dia a dia. Sempre que possível visite parques ou vá para ambientes naturais. Pise na grama de pés descalços. Esse contato é essencial. É um respeito mutuo com nossa essência e o meio ambiente.

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Disposição no dia-a-dia


Disposição no dia-a-dia

O ambiente da nossa casa tem relação direta com a nossa disposição no dia-a-dia. Vários aspectos entram na conta do que pode ou não interferir na sua saúde e animo no cotidiano.

Já pensou que um ambiente mal iluminado e ventilado pode prejudicar a sua saúde? A luz natural do sol é higienizante e animadora. Permita que ela entre e transforme seu ambiente. O ar também deve circular por tudo. Nem que seja com um ventilador.
Além de ventilar e iluminar os ambientes para renová-los seria interessante mantê-los organizados e limpos. Decore de tal forma que prime pelo aconchego e praticidade. Um local onde você tenha a sensação de renovação quando chega do trabalho ou escola.

Todos os ambientes da casa merecem atenção em especial. Por exemplo:

- Entrada estar desimpedida.

- Cozinha limpa e com alimentos saudáveis.

- Sala aconchegante e receptiva.

- Cuidado especial com o quarto que é o local da renovação das energias. Precisa dormir numa cama confortável num ambiente saudável. Lembrando que o que você vê antes de dormir e ao acordar vão influenciar no seu dia.


Todos os aspectos no nosso lar podem fazer a diferença. Lembre-se  que ao cuidar da sua morada estará contribuindo para ter um dia a dia mais gostoso e saudável.

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Gurizada meditando



Gurizada meditando

“Num mundo onde todos meditam, reina a paz”. E é isso que todos ansiamos. Paz na terra. Mas essa paz precisa iniciar dentro de nós. Com pequenos gestos e atitudes ela pode florescer no coração de todos.

A sementinha precisa ser regada. E o adubo são bons sentimentos e pensamentos. Mas como conseguir isso quando o nosso olhar está focado na dor e tristeza. Mude a lente então. E um bom caminho para isso é a meditação. Quanto mais cedo iniciar melhor. E quando digo cedo é na idade, não só no horário do dia.

Meditar de manhã antes de sair de casa pode clarear o seu dia. Siga algumas dicas que você pode fazer junto com seus filhos em qualquer horário:

- Sente-se confortavelmente.

- Preste atenção na respiração. No entrar e sair lento do ar.

- Foque sua atenção em frases e palavras positivas tais como: Eu sou a paz que o mundo precisa.

- Faça alguns alongamentos.

- Olhe por uma janela e contemple a beleza da natureza.

- Anote num caderno pelo menos uma palavra por dia de agradecimento por algo que aconteceu. Nem que comece com: eu estou vivo e respirando.

A energia está onde colocamos nosso foco. Se direcionar teus pensamentos para algo bom será isso que irá atrair.

Incentive todos na sua casa a meditar. Mesmo os pequenos. Quanto mais cedo aprendermos a respirar corretamente. Sem ansiedade e estresse mais a saúde irá agradecer.

Viva as crianças que são a esperança do mundo. É delas o futuro. Se desde cedo elas tiverem essa noção. Um mundo melhor elas também construirão.


‘Quando damos o nosso melhor. O mundo fica melhor.”

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Manutenção Preventiva


Manutenção preventiva,


Sabe aquelas situações tipo: o gás acaba quando mais se precisa ou o portão da garagem emperra justamente quando você está com pressa. São transtornos que podem ser evitados quando se tem um plano de prevenção na manga.

Quanto ao bujão de gás pode-se ter um reserva ou marcar no calendário para se ter idéia de quanto em quanto tempo o seu gás acaba. Dependendo do seu uso a troca pode ser mensal ou por mais tempo. Tenha sempre a mão o telefone de um local de entrega de gás a domicílio.

Com relação ao portão o ideal é fazer uma manutenção preventiva. Pergunte em empresas especializadas de quando em quando tempo é aconselhável de acordo com o seu tipo de portão.

Pintar a casa também é uma forma de prevenção e cuidados. Conserva a estrutura das paredes e evita uma serie de problemas como umidade. O barato às vezes sai muito caro. Investir num produto de melhor qualidade pode ser a solução para aumentar o tempo para uma nova manutenção.

Limpeza de ar-condicionado e da caixa d’água é aconselhável que seja feita de 6 em 6 meses. Já a limpeza do filtro do ar-condicionado tem que ser feita com uma maior freqüência.

Quando o seu lar é muito antigo a fiação elétrica pode ficar comprometida com o passar do tempo. Lembrando que hoje em dia usam-se muito mais aparelhos elétricos do que há 30 anos. A rede elétrica precisa suportar tanta carga. Assim como não se deve exagerar na carga das tomadas. Isto é, muitos aparelhos na mesma.

Até no jardim precisa ter esse cuidado. Evite plantar árvores ou arbustos que criam grandes raízes em pátios pequenos ou evite que seja plantado perto de muros ou da casa. Podem comprometer a estrutura dos mesmos.


Ao cuidar da sua casa, está cuidando da segurança e da saúde de todos que vivem nela. Assim como sua saúde merece atenção a sua casa também.


Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

29 de setembro – dia Mundial do Coração



29 de setembro – dia Mundial do Coração

No dia 29 de setembro comemora-se o dia Mundial do coração. Pelo mundo todo campanhas são estimuladas para prevenir e remediar as situações que prejudicam a saúde do coração. E você como tem cuidado do seu?

O coração é o centro da vitalidade. A fonte do amor. De onde pulsa a vida que anima o corpo e a alma humana. Mais que tudo deveria ser tratado com muito respeito. Jamais deveria ser ignorado. Como fazer para que ele seja saudável e feliz?

- Primeiro item da lista: amar, amar, amar e amar incondicionalmente a própria vida e o esplendor que existe ao seu redor. Então o amor cresce, cresce e floresce.

- Perdoar. Guardar rancor e mágoas gera tristeza e aperta o coração que fica pequeno, dolorido, rígido e doente. Então perdoe.

- Alimentação saudável. Quanto mais alimentos naturais e sem excesso de gordura mais o coração agradece.

- Atividade física. Um corpo em movimento faz circular o sangue. Faz circular a energia. O coração bate saudável.

- Evitar excessos com bebidas e fumos.


Tenha atitudes gentis consigo mesmo e com os demais. Tudo que fazemos volta para a gente. Respeite seu coração. Trate com carinho. Uma vida mais flexível reflete num coração pulsante e saudável. Tudo é reflexo. Lembre-se disso!

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Não deixe a energia acumular nos cantos



Não deixe a energia acumular nos cantos

O vento é o ar em movimento e através de sua ação e força é que temos a certeza que ele existe. Da mesma forma é a energia ao nosso redor. Não a vemos. Mas sua influência é muito grande. Sua qualidade vai determinar a salubridade no ambiente. A saúde do nosso corpo é assim também. Ao ficarmos parados dores e doenças começam a aparecer. Um corpo em movimento é mais saudável do que um sempre parado. Precisamos nos exercitar. Alimentar tanto o corpo como a mente com alimentos e pensamentos saudáveis.

A energia na casa ou local de trabalho para ser saudável precisa circular pelos ambientes livremente. Para tanto as seguintes sugestões:

- Limpe além de onde “passa a procissão”. Arrede móveis e objetos dos cantos para varrer e passar um pano com água.

- Na água que for passar pela casa pode colocar: vinagre de maçã ou sal grosso ou anil. Todos tem elementos para limpar energeticamente o ambiente. Uma pequena porção para um balde de água.

- Se o cômodo não tem janela ou é pequeno. Coloque um ventilador ligado de vez em quando voltado para o canto para ventilar o ambiente.

- Não deixe os cômodos totalmente fechados. Abra as janelas de vez em quando. Nem que seja no início e/ou no final do dia.

- Faça pelo menos uma grande faxina anual onde retira tudo do lugar para limpar. Aproveite para doar ou vender aquilo que não te serve mais. Abrindo espaço para o novo na sua vida e tornando outra pessoa feliz.

- Bater palmas nos cantos ajuda a dissipar a energia estagnada.

- Ao adquirir moveis dê preferência aos que facilitam a limpeza tanto embaixo quanto atrás e que as quinas sejam arredondadas.


A energia tende a ficar estagnada nos cantos. Portanto aja de tal forma que isso não aconteça. Seja com faxina, ventilação ou mantendo o ambiente em uso frequente a energia irá circular. Como o sangue nas suas veias precisa fluir livremente para não ter problemas no coração. Assim é a energia na sua casa ou ambiente de trabalho. Colabore para manter o coração do local saudável.

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Vamos cuidar das abelhas



Vamos cuidar das abelhas

A importância das abelhas vai além do gostoso e saudável mel produzido por elas e de todos os produtos derivados que vem da colmeia. Sua relevância está no trabalho de polinização que é mais eficaz do que o realizado por outros meios seja: água, vento, borboletas ou outros animais.  Hoje em dia existe a preocupação com a grande mortandade desses pequenos e valiosos insetos.

Existem vários tipos de abelhas. Alguns até sem ferrão. Criá-las exige conhecimento e cuidados. Muitos vegetais não existiriam sem elas. Então aqui vai o meu alerta aos produtores:

- Verifiquem em que horário as abelhas fazem a polinização. Então evitem colocar os venenos na lavoura ou plantações próximas no mesmo horário. Impedindo sua morte e prejuízo para a natureza e para toda a cadeia de alimentos derivadas do seu trabalho.

- Pesquisar formas de trocar os venenos por produtos ecológicos e saudáveis tanto para a plantação quanto para a saúde de todos envolvidos no processo.

- Faça o teste numa pequena área para ver que terá retorno.

- Informe-se a respeito da diminuição das abelhas no mundo e o seu impacto. Existem outros fatores que estão provocando suas mortes. Um deles é o veneno nas lavouras.

- Existem soluções geobiologias que podem ajudar. Procure um profissional da área para orientar.


A abelha é um pequeno animal que faz toda a diferença no ecossistema. A diversidade e manutenção de muitos vegetais dependem diretamente da sua existência. Faça a sua parte!

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Dia da Infância – 24 de agosto




Dia da Infância – 24 de agosto

Hoje mais um dia que remete a importância da infância. Período muito importante para o desenvolvimento psicoemocional, da motricidade, intelectual, da sementinha de quem seremos no futuro.

As famílias hoje em dia são pequenas. Um filho, dois e olhe lá quem tem 3 filhos ou mais. Para dar uma condição de vida melhor e para a própria realização pessoal. O casal precisa trabalhar fora. E a criança acaba muitas vezes precisando ir para a creche na tenra idade. Eu gosto sempre de olhar os dois lados das situações. Compreender em que fase da vida a pessoa está. Nem sempre sabemos a sua estrada para podermos entender suas decisões. O importante de tudo isso para o desenvolvimento saudável da criança é que ela precisa de muito amor, carinho e o direito de brincar, brincar e brincar.

E o melhor brinquedo de uma criança é brincar com outra criança. Interagir, se entender e desentender, se acertar, voltar a brincar, brincar e brincar. Assim, seu desenvolvimento é muito mais saudável. Desde cedo, tendo uma convivência rica tanto com outras crianças quanto com a família. Mesmo que os pais precisem trabalhar o dia todo. Quando estão juntos precisa ser um momento saudável. Pleno de carinho, diálogo, amor e respeito.

O dia do vizinho, que é uns dias antes, geralmente nessas datas as comunidades fazem confraternizações. É uma ótima oportunidade para conhecer as crianças dos arredores, caso ainda não se conheçam. Poderem combinar jogar bola no campinho perto de casa. Ou uma visita. Num mundo cada vez mais virtual, até as amizades acabam sendo. Mas quem sabe olhar um pouquinho para o lado. Para os vizinhos mesmo, encontre amizades que podem ficar para a vida toda.

Ainda hoje é possível ver a gurizada brincando na rua. Para mim é uma alegria quando vejo. Relembro minha infância quando isso era tão comum. É compreensível hoje em dia a preocupação com segurança e o encolhimento das famílias. O ser humano é muito inteligente e acredito que vamos encontrar um meio termo para que não se perca a riqueza da infância que é brincar, brincar e brincar não só com os eletrônicos, mas com outras crianças, brinquedos e brincadeiras.


Feliz dia da Infância!

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços